Após criar uma loja virtual será preciso incluir os seus produtos. Na maioria das vezes essa etapa é feita sem um planejamento. Geralmente as descrições acabam sendo cópias de materiais dos fornecedores ou apenas descrições técnicas dos produtos. Mas será que somente essas informações são suficientes? Já avaliou quão sedutoras são as descrições de seus produtos? Será que elas estimulam o bastante o seu público a ponto de fazê-lo clicar em comprar?
Gerar esse interesse não é fácil, mas seguindo algumas dicas será possível aumentar as suas possibilidades de venda.
A seguir vamos mostrar um processo para descrição dos seus produtos que consiste em envolver e persuadir.

1. Defina sua Persona

A persona é a descrição de um perfil da pessoa responsável pela compra de seu produto ou serviço para quem você gostaria de vender. Ele ou ela representa o seu público-alvo, mas é muito mais real do que uma descrição vaga de alguns dados demográficos.

Para descrever essa persona, pensar sobre o que ela está lendo e quais sites que visita, irá ajudar você a entender o tom certo do discurso que deverá envolvê-la. Tente descobrir qual são os problemas que essa pessoa enfrenta. O que tira o sono dela? O que ela sonha em conseguir? Saber isso irá permitir que crie uma descrição que fala diretamente com o público alvo, que entenda esse público, e que o ajude a resolver suas dificuldades.

Um estudo sobre os seus atuais consumidores pode ser uma boa estratégia para ajudar na criação da sua persona. Você deve selecionar qual o tipo de cliente é o ideal para a empresa e então você poderá verificar suas características, anseios e quais foram os problemas dele que sua empresa ajudou a resolver.

Ao definir essa persona, você conseguirá transformar as informações do seu produto em descrições baseadas nas necessidades do seu consumidor. O conhecimento de sua persona irá capacitá-lo a fazer suas descrições mais vívidas, pessoais e persuasivas.

2. Criar uma lista das características, funções e benefícios

Talvez você esteja animado para escrever sobre as especificações técnicas do seu item mais vendido. Você gosta de proporcionar às pessoas todos os detalhes, características e especificações, pois é isso que as pessoas querem ler, não é?

Não. Não é verdade.

É claro que é importante descrever características técnicas, para que o comprador saiba o que está comprando e se aquilo atenderá todas as necessidades dele. Mas o caso é que na maioria das vezes os potenciais clientes não querem saber o que o seu produto é ou faz. Eles querem saber o que o produto fará para eles. Como isso fará sua vida melhor? Que problemas serão resolvidos com a aquisição do produto.

Você deve listar todas as suas características e especificações e em seguida traduzi-los em benefícios. Uma característica é um fato sobre o seu produto, enquanto um benefício é uma explicação do que esse recurso faz para o seu consumidor. Um benefício pode ser descrito evidenciando a ação positiva que traz (por exemplo, aumenta a produtividade) ou resolvendo um problema que é evitado ou reduzido (por exemplo, diminui o stress).

3. Defina o tom de seu discurso

Você quer soar como uma grande empresa chata? Ou você quer envolver os consumidores com originalidade e uma pitada de humor? Esse tom pode diferenciá-lo de seus concorrentes, e dar aos consumidores uma impressão forte da cultura e da personalidade da sua organização.

Ao invés de dizer que você é divertido, deixe sua originalidade brilhar através de seu conteúdo e adicione uma pitada de humor. Não escreva uma observação dizendo que o seu serviço é excelente, deixe o seu discurso demonstrar que você é amigável, acessível, e interessado ​​em compreender as necessidades dos clientes.

Se você estava indo conversar com sua persona comprador cara a cara, que tom você usaria? Essa é o tom que devemos colocar através da escrita.

4. Crie seus textos em formato escaneáveis 

As pessoas lêem em média apenas 16% das palavras nas páginas web, e sabemos que para motivar as pessoas a comprar o seu produto, precisamos que leiam as suas descrições. Assim, como seduzir as pessoas para que elas parem de passar os olhos sobre suas páginas e comecem a ler o seu conteúdo?

Para fazer com que suas descrições de produtos sejam de fácil leitura, considere

  • Verificar se o tamanho da fonte está de acordo para uma leitura agradável;
  • Incluir fotos ou vídeos, eles aumentam o desejo de usar ou comprar o seu produto;
  • Deixar espaços em branco ou vazios permite e ajudam o cérebro a organizar e interpretar as informações adquiridas naquela página.

O Design e o Conteúdo devem trabalhar juntos, assim você terá uma unidade e maior integração nesta comunicação.

5. Escreva um primeiro esboço

Depois de saber qual é sua persona e ter planejado o seu conteúdo, escrever um primeiro esboço torna-se muito mais fácil.

Vá até a sua lista de características, benefícios e reclamações, e classifique-a pensando em uma maneira lógica, a qual o comprador achará fácil de navegar.

Se a sua lista é relativamente curta, inclua os benefícios mais importantes primeiro e por último o menos importante. Se a sua lista é mais longa, você pode pensar em optar por organizar em tópicos.

Faça um texto completo e convincente, ao mencionar todos os benefícios de seu produto e certifique-se de sanar dúvidas comuns. Se o seu produto é relativamente caro, então você precisa destacar o quanto os compradores podem extrair de valor com a compra.

Depois dessas etapas escreva o seu primeiro projeto de descrição quando você se sentir positivo e entusiasmado. Escreva rapidamente, e não se preocupe com erros ortográficos e gramaticais. Depois do rascunho pronto fica mais fácil de passar o texto a limpo, corrigindo os erros e fazendo pequenas alterações.

6. Revise seu texto

Você deve editar sua descrição para torná-la mais legível, envolvente e convincente:

  • Reveja sua lista de características e benefícios para garantir que você não perdeu nada.
  • Verifique o seu nível de engajamento. A descrição é focada no potencial cliente ou na sua empresa?
  • Melhore a legibilidade, substituindo palavras difíceis por palavras simples e reduzindo tempo médio da sentença.
  • Substituir frases genéricas com detalhes específicos, porque a especificidade aumenta a sua credibilidade. ”Rapidez na entrega” é uma frase genérica que não parece confiável, já uma frase mais específica como “Seu produto na sua mão dentro de 24 horas” é mais eficaz.
  • Incluir números sempre que possível, porque eles representam fatos e chamam a atenção dos consumidores.

Antes de passar para a última etapa, imagine-se falando com o seu comprador, leia o seu texto em voz alta. A descrição de seus produtos deve envolver o seu comprador. Se você seguiu todos os passos anteriores certamente obterá sucesso com seu texto.

7. Otimize sua descrição para motores de busca

Quando você escreve para sua persona você deve usar as frases que ela usa, assim estará otimizando automaticamente as descrições de produtos para motores de busca, porque estas são as frases que o comprador utiliza em buscas no Google.

Mais algumas dicas importantes:

  • Considere o uso de sua palavra-chave em seu título, subtítulos e corpo de texto.
  • Otimize suas imagens de produtos, usando a palavra-chave no nome do arquivo, descrição da imagem, e tag alt.

Pensar demais sobre os motores de busca pode matar seus poderes de sedução, porque ninguém gosta de ler o conteúdo que está lotado de palavra-chave para todos os lados. Você não deve fazer a descrição de seus produtos a partir das palavras-chaves que o caracterizam.

Suas descrições devem ser em primeiro lugar para seu consumidor, falando sobre os benefícios que ele terá ao adquirir seu produto. Depois dessa parte pronta, ai sim você deve usar as estratégias de otimização para os motores de busca.

Gostou do conteúdo? Deixe seu comentário e acompanhe as novidades da W8 Digital também nas redes sociais.